Sobre

Ainda que o maçom tenha a difícil tarefa de vencer as suas paixões, este blog nasce justamente da união de duas grandes paixões: a escrita e o Rito Moderno. Sua finalidade é simples: trazer algumas reflexões filosóficas e históricas à luz dos ensinamentos do referido Rito Maçônico.

Alguns autores desenham que tal Rito trouxe consigo a nomenclatura de “Moderno” em função dos ideais e preceitos que norteavam os seus membros, adversários que eram com relação à inserção de menções religiosas e místicas nos seus trabalhos. Outros autores, contudo, ressaltam que tal definição, em verdade, se afigurava como pejorativa, uma verdadeira crítica aos seus idealizadores e praticantes.

Longe de tecer maiores conjecturas históricas (pelo menos neste momento), certo é que o Rito Moderno, desde o seu nascimento, flerta com o racionalismo, combate o dogmatismo e traz em seu âmago o valor da liberdade absoluta de consciência e da necessária busca pela verdade.

É nessa constante busca pela verdade que o MODERNIZANDO nasce. Modernizar, aqui, se refere à constante prática de reciclar as ideias, renovar, inovar, debater, criticar e, sobretudo, questionar.

Costumo dizer – e ser criticado por isso – que o Maçom é um tolo. Busca constantemente algo que sabidamente jamais alcançará, posto que sua mutabilidade e variabilidade são prementes.

Onde repousaria, então, a tão sonhada verdade absoluta?

Como tolo que sou, buscarei utilizar dessas linhas para instigar o debate e me aproximar da verdade, ciente de que quanto mais próximo chegar, mais distante estarei.

Caso se sinta interessado por compartilhar essa empreitada, pegue sua lamparina e se junte a nós, sob as bençãos da padroeira do Rito Moderno: A Santa Dúvida.